20/01/2010

Axé (poder de realização) prenúncio da satisfação

.
Descubro-me cada dias mais tranquilo, mais satisfeito.
Gosto da palavra Satisfação, ela me diz mais do que a palavra Felicidade.
Satisfação é algo que se sente, flui, passa e volta, volta e passa.
Felicidade me soa sempre como algo estanque, uma vez atingida.. finda a história! Por isso não a procuro.


Há um quê de sabedoria na satisfação, finda uma refeição, por exemplo, estamos satisfeitos porque provamos de tudo um pouco... nada mais querendo repetir ou provar.. a satisfação é filha da plenitude, irmã da gratidão!

Quando era mais moço (adoro esta expressão) desconhecia as sutilezas da satisfação, e me via sempre nos braços de sua rival - a ansiedade. O imaginário-fantasioso me mantinha cativo nas vielas do medo . Quanta bobagem.....

Não me provava, não me degustava por inteiro, temia tocar nos abismos mais obscuros de minha alma, temia revelar as luzes mais brilhantes de minha constelação interior... quanta fantasia, sorrio (compadecido não rio do meu eu-ontem) !

Mais vivido, mais maduro, vejo em calma que minhas trevas não são tão obscuras e que minhas luzes não são assim tão intensas...... agora sem medo, porque não mais em extremos , me provo em tudo e me satisfaço neste beijo calmo de língua mansa do meu eu comigo ! Tudo tenho , tudo posso, luz e sombra , juntas e ao mesmo tempo provocam em mim o sabor da satisfação.

Momento oportuno para enfim, aqui em Salvador, subir a colina sagrada rumo ao Bonfim.

Festa bonita, ópera de rua, escândalo de satisfação. Tem batuqe, tem cerveja, tem cigarro, corpo suado, pele morena, desejo da carne, desejo da alma, espírito santo, espírito de porco, delirei fui delirado, desejei fui desejado, mistura de delícias, hino sagrado. E com a alma assim travestida de si mesma, mix, mistura, plenitude de vontades aos pés do santo me atiro, e choro devocionado, profano com sagrado, tudo rico, conjugado.

Alma em transe, corpo molhado de suor e de lágrima, exausto  olho para o Senhor do Bonfim ali exposto e ouço o grito do Glorioso Crucificado :

Sou Senhor, sou da  Bahia, sou dos mundos , Oxalá, orixá primeiro.
Senhor das fitas multicores, cabe em mim tudo: amores, dores.
Senhor crucificado , satifesito, vida e morte, deus e homem, assim como em tudo , vivo, misturado!

Axé !




2 comentários:

Jussara Gehrke disse...

lindo!

é mesmo uma emoção sem igual, foi maravilhoso subir a colina sagrada com meu querido amigo que veio de longe me ver nesta terra de axé!

axé! axé! axé!

aninha_quel disse...

UM blog... era realmente o que você precisava e merecia para ampliar seu poder de expressão!!!
Fantástico! Miú